Os tempos mudaram e os casamentos também…

Os contos de fadas já não dão mais conta de tanta imaginação e criatividade por parte dos casais modernos.

Muitos deles estão à procura de algo único, diferenciado e inesperado para o tão sonhado dia, e estão dando preferência a locais e formas cada vez mais inusitadas.

A partir de hoje, começarei a postar exemplos dessa modalidade de casamento, primeiramente, os do Brasil.

Quem sabe você não se inspira em algum deles!

NO BRASIL

Casamento de genro com sogra

Em 1999, a cidade de Jacareí, em Vale do Paraíba, foi palco de um casamento inusitado. O vendedor Cláudio Alves Francisco, 31 anos, viúvo há três anos,casou-se com sua sogra, a dona-de-casa Benedita Barbosa Machado, 70 anos – 39 a mais que o noivo.

O casal preferiu levar o caso ao conhecimento do bispo Dom Nelson Westrupp, que autorizou nossa união”, disse.
Casamento por videoconferência

Reinaldo Rocha é um valadarense que saiu do Brasil em busca de melhores condições de trabalho em Boston, nos Estados Unidos. Quando foi embora, deixou por aqui Edna Santos, com quem namorava há cinco anos.

Em fevereiro de 2001, os dois se casaram, cada um da sua cidade, sem nem precisar pegar avião para vencer a distância de 7 mil quilômetros. Como? Por videoconferência! Os noivos se viram e disseram “sim” por um monitor de TV.
Esse recurso, muito usado por médicos em grandes centros hospitalares e para educação à distância, permite trocar imagens e sons em alta velocidade por meio de linhas de transmissão especiais. (Prático, não?)
Casamento à meia-noite

Em 2005, no Rio de Janeiro, ao som da canção Tanto amar, de Chico Buarque, a designer Cristiane Moreira, 32 anos, e o analista Marcos Bourgaiseau, 30, celebraram sua união em frente a um juiz de paz.

A noiva estava de branco, o noivo de meio-fraque, mas não haverá marcha nupcial. E é nessa brincadeira de misturar o tradicional com o inusitado que o casal dirá o ”sim”, à meia-noite de hoje, não na igreja ou no cartório, mas no meio de um cinema pornô no Centro da cidade.

Vencedores do concurso Loud! O casamento do ano, Cristiane e Marcos foram escolhidos entre mais de 90 casais inscritos no site da festa Loud!. Ganharam uma cerimônia com direito a vestido de noiva da grife À Colecionadora, carro de luxo com motorista, alianças, recepção para 60 convidados, dia da noiva, noite de núpcias no Hotel Glória e até despedida de solteiro. (Com tudo isso free, até eu!)
Casamento no cinema

A advogada Daniela Alves e o publicitário André Mendes casaram em 2005, no cinema do Shopping Taboão da Serra, região da Grande São Paulo. (Depois, os noivos e convidados aproveitaram e comemoraram o enlace assistindo à próxima sessão de cinema com farta distribuição de pipoca – brincadeirinha!)
Casamento debaixo d’água

No dia 03 de abril de 2008, as águas de Cabo Frio, litoral do Rio de Janeiro, serviram de palco para um evento, no mínimo, inusitado: um casamento subaquático. Com o apoio da Cabo Frio Sub, Resort Dive Center PDIC dando todo o suporte e apoio fora e dentro d’água, o argentino professor de educação física Matias Galeano, 25, e a bailarina Danielle Ramalho, 26, consumaram o matrimônio nas águas da Ilha dos Papagaios.

A maioria dos convidados, cerca de 30 deles, desceu a 10 metros de profundidade para acompanhar de perto a cerimônia, que foi celebrada através de placas com os dizeres do pastor (também mergulhador) e dos noivos.
Os amigos e familiares que mergulharam sentiram forte a emoção do momento, potencializada ainda mais pela originalidade da celebração, que, segundo alguns, seria a terceira desse tipo realizada em território nacional.

Primeiro casamento digital do Brasil (parece que não…)

Nem a distância foi capaz de diminuir o amor existente entre Edna Carvalho dos Santos, 25 anos, e Rinaldo Ferreira, 24. Ela residente em Governador Valadares – MG, Brasil e ele em Boston nos Estados Unidos.A idéia de um casamento virtual, homologado em junho de 2008, partiu da noiva, mas com exceção da distância entre os noivos, tudo aconteceu como manda o figurino.

Ela com vestido de noiva, acompanhada pelo pai, com dama de honra, padrinhos marcha nupcial e até um pastor. Ele vestido a caráter e acompanhado pela mãe. Celebrado por um pastor o casamento, apesar de inusitado, tem valor religioso e civil.A pedido dos convidados teve até a simulação de um beijo virtual. As festas aconteceram nas respectivas cidades.

O casamento foi realizado através de vídeo conferência, o método usado não utiliza internet, mas sim um link de comunicação de dados que projeta imagem e áudio em tempo real. Edna conta que o casamento por vídeo conferência foi a forma que encontrou para que as duas famílias pudessem assistir ao casamento.

Casamento por procuração

Em setembro de 2008, em Goiânia, Iara Silva Queiroz representou a noiva e assinou documentos por ela. A juíza Fabíola Costa Ferreira, responsável pela união disse: “Já vi noivos e noivas em outros países. Nunca os dois juntos”.

Amanhã tem mais!