Se você vai fazer a cerimônia e a recepção do seu casamento no mesmo local e, ainda por cima, for amante de poesias, veja só a ideia simples e original que este casal teve: foi colocado no cenário da cerimônia um grande rolo de papel pardo, que se estendia no caminho para o altar, de um suporte até o chão, com poemas manuscritos de Rainer Maria Rilke e Pablo Neruda, que foram lidos por suas mães durante a solenidade. Notem que flores de origami (kusudama) pendiam também do suporte, devido aos dois anos em que a noiva viveu no Japão. Um bom exemplo de que quanto mais o casamento refletir a personalidade e gostos dos noivos, mais singular e inesquecível ele será. Aposte nisso!

{Tammy Horton Photography, via Style Me Pretty}