“Começamos pelo fim 
Parece estranho 
Mas sempre foi assim
Aí começaremos novamente 
Pois o amor não tem fim
Ele é para sempre”

Um ar fresco e um clima gostoso de romance vai invadir nossos corações hoje! Amor, café e poesia marcam a história desse casal e eles estavam presentes em cada nuance do casamento, você vai ver.

O casamento de Maína e Eduardo (ou Mai e Du, como são carinhosamente conhecidos), tem a carinha aqui do Inspire: é descolado, original e tão repleto de amor que conseguimos sentir daqui! Como é possível transparecer tudo isso? Quando algo é verdadeiro, fica estampado em cada detalhe e não tem como ficar imune a tanto amor!

Vem se apaixonar pela união do barbudo com a menina de madeixas cacheadas! <3

Momentos antes do 'Sim'

Começamos pelo convite, que foi uma versão de “Convite de Casamento” do poeta nordestino Zé Laurentino, em homenagem ao avô da noiva, que amava contar histórias de cordel. Nele, vemos a carinha do casal estampada.

E a noiva… Ah, a Mai! Fico sem palavras ao ver seus lindos cabelos cacheados com flores e esse vestido maravilhoso, todo trabalhado com lantejoulas. Nossa, de tirar o fôlego!

A Hora do 'Sim'

O dia começou com uma bela manhã ensolarada. A cerimônia foi ao ar livre, num lindo jardim cheio de vida!

Antes da cerimônia, os convidados foram recebidos com uma mesa de café da manhã. Além de muitas gostosuras, o café foi servido em copinhos de papel estilo Starbucks, personalizados com o apelido do casal. Achei esse detalhe o máximo, vocês não acham?

Detalhe fofo: uma das madrinhas não pôde estar presente fisicamente, mas “entrou” com o seu par e acompanhou a cerimônia através do tablet.  Isso que é amizade!

Decoração

A decoração romântica, florida e delicada, ganhou personalidade e chamou a atenção pela papelaria divertida! Na entrada, um desenho do casal com uma árvore ao fundo recebia “folhas” em sua copa com as digitais dos convidados. Nas mesas dos convidados, palavras-cruzadas (passatempo preferido do Du) com palavras presentes na história do casal e poemas trocados pelos dois ao longo do relacionamento. Fala sério, poderia ser mais incrível?

Para finalizar, mais um toque original: a cadeira dos noivos decorada com uma foto de cada um deles. Mas não era uma foto qualquer, era simplesmente a pior foto de cada um na adolescência. Para mostrar que por amor, tudo é possível! Rsrs.

Vamos sentir mais de pertinho a poesia e o amor dos preparativos desse dia?

Du e Mai, desejamos que vocês se divirtam muito juntos, por toda a vida!

{Ficha Técnica: Decoração: Decoração: Casório DF | Fotografia: Diogo Perez e Evandro Fortuna | Local: Green Park | Filmagem: Bruno Zakarewicz | Buffet: André Gourmet | Bolo e Doces: Chocoretti | Brownies: Brownieria Carioca | Mobiliário: Dirce decorações | Cerimonial: Samuller | Banda da Cerimônia: Yes Day | Papelaria: Karol e Yuri Del Duca | Vestido da noiva: Nágela Maria | Sapato da noiva: Marianna Machado | Make e Penteado da noiva: Vânia Araujo | Buquê, lapelas dos pais/noivo e arranjo de cabelo da noiva: Quero Flô | Fotos instantâneas: Tag Print | Lembrança dos padrinhos: Lewe | Copos de papel de café: Descartáveis Delivery | Cabelo e Barba do noivo: Salão 548}