Faltando pouco menos de uma semana para o casamento do príncipe Albert II, soberano desde abril de 2005, com a plebeia Charlene Wittstock, ex-nadadora sul-africana, todos os olhares estão voltados para o pequeno e charmoso principado de Mônaco.

Vista geral do Mónaco

Vista geral do Mônaco

 

Será o primeiro casamento de um príncipe regente desde a badalada união do pai de Albert, o príncipe Ranier III, com a atriz hollywoodiana Grace Kelly, em 1956.

Após pronunciar o sim, Charlene será a primeira princesa consorte de Mônaco em 30 anos. Desde o acidente automobilístico que tirou a vida de Grace Kelly, em setembro de 1982, que os monegascos esperam por uma nova primeira-dama. Para se tornar a mulher do monarca, a bela deixou o protestantismo e se converteu ao catolicismo, como manda a constituição do país, além de estudar os minuciosos detalhes do protocolo das monarquias europeias e aprender a falar no dialeto monegasco.

Serão três dias de comemoração, com direito a feriados, brindes, shows e festas, que terá início na próxima quinta-feira (30/06), com um show gratuito da banda americana Eagles, no Estádio Louis II, onde são aguardadas cerca de 15 mil pessoas.

Alberto II sabe que seus súditos sofreram com o fato de ter demorado mais 30 anos para eleger a sua princesa. Uma demora que em 2002 levou o seu falecido pai, o príncipe Rainier, a fazer uma emenda à Constituição monegasca, de forma a assegurar que, se Alberto não deixasse descendência legítima, as irmãs ou os sobrinhos poderiam lhe suceder. Talvez por isso, o príncipe pareça agora querer recompensá-los, compartilhando com eles vários momentos destes dias tão especiais.

 

ANEL DE NOIVADO

Quebrando os protocolos, o príncipe não presenteou a noiva com uma joia de família no pedido de casamento. Albert optou pelo anel de diamantes Tethys, da Maison Repossi. O anel é de ouro branco, tem um grande diamante em formato de pera cercado por outros menores. Confira a foto!

 

CONVITE

Os convites começaram a ser enviados na segunda quinzena de abril. Entre os convidados, encontram-se o estilista Karl Lagerfeld, a família real sueca, a modelo e estilista Inés de la Fressange, o presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), Jean Todt, o presidente do Líbano, General Michel Sleiman, e também a presidente da República da Irlanda, Mary McAleese.

O convite, feito em nome de Albert II, estipula a data e hora, bem como o dress code (código de vestimenta). Homens são aconselhados a usar uniforme ou um terno escuro, enquanto as senhoras são convidados a usar chapéus.

Convite de casamento de Príncipe Albert e Charlene Wittstock

LISTA DE PRESENTES

Assim como William e Kate, o Príncipe Albert e Charlene trocaram os presentes de casamento por doações. O casal criou uma conta especial para recebê-las.

 

CRONOGRAMA DO CASAMENTO

O casamento está marcado para os dias 1º e 2 de julho. No primeiro dia, acontecerá a cerimônia de casamento civil, com uma comemoração reservada para 50 convidados íntimos. E no segundo, a grande festa religiosa. Veja abaixo a programação completa do enlace:

Sexta-feira, 1 de julho

17:00 O casamento civil acontecerá no Salão do Trono do Palácio do Príncipe. Será celebrado pelo Sr. Philippe Narmino, presidente do Conselho do Estado e funcionário do registro civil da família do Príncipe Albert. Os monegascos poderam acompanhar a cerimônia em telões na Praça do Palácio. A Praça estará aberta para o público a partir das 16 horas.

A cerimónia civil será no Salão do Trono

Salão do Trono

 

Os noivos assinarão os registros do casamento com uma caneta especialmente desenhada pela Montblanc. Essa peça única será feita com pedras preciosas e terá o monograma dos noivos.

Charlene e Alberto assinarão o registo com uma Montblac cravejada de pedras preciosas

17:50  Após a cerimônia, os recém-casados aparecerão no balcão da Sala dos Espelhos para saudar os súditos.

18:00 Será oferecido um bufê na Praça do Palácio para toda a população de Mônaco, onde serão servidos pratos mediterrânicos e sul-africanos.

20:00  Os residentes do principado serão convidados para uma recepção no Port Hercule, na cosmopolita zona de Monte Carlo.

22:00 Ocorrerá um grande espetáculo de som e luz de Jean-Michel Jarre em honra ao casamento real no porto, onde é esperada a presença de um grande público.

Sábado, 2 de julho

17:00  A cerimônia religiosa será realizada ao ar livre, no pátio principal do Palácio do Príncipe. Charlene Wittstock descerá os 30 degraus da imponente escadaria de mármore de Carrara, de braços dados com seu pai e andará sobre um tapete vermelho até o altar. Monsenhor Barsi, arcebispo de Mônaco, celebrará a missa. Os portões do palácio permanecerão abertos e cerca de 3500 pessoas poderão acompanhar a cerimônia através de telões gigantes.

A cerimónia religiosa decorrerá no Pátio de Honra

Pátio de Honra – City Files / Getty Images / Reuters

 

Acompanhados pela Orquestra Filarmônica de Monte Carlo, darão voz aos temas litúrgicos escolhidos pelos noivos a soprano americana Renée Fleming, o tenor peruano Juan Diego Florez, o popular tenor italiano Andrea Bocelli e o ex-Beatle Paul McCartney.

Andrea Bocelli cantará na cerimónia religiosa

Andrea Bocelli

 

18:30O casal deixará o palácio em direção a igreja de Sainte Dévote, padroeira de Mônaco, onde Charlene depositará seu buquê de noiva. Durante esse percurso, os noivos cumprimentarão os populares pelas ruas de Mônaco.

21:30  O jantar oficial para aproximadamente 450 pessoas e o baile serão celebrados no terraço do Opera Garnier.

Ópera Garnier

Ópera Garnier

 

Meia-noite  O jantar terminará com fogos de artifício. Durante toda a noite, os convidados poderão desfrutar de uma ampla variedade de estilos musicais.

 

SOUVENIRES

A Casa Real de Mônaco preparou uma linha de souvenires oficiais para festejar o casamento de seu príncipe e o site oficial da boda já começou a vender as peças, todas com o monograma do casal. Há, dentre outros, moedas, pratos, xícaras, taças e bandeja, com preços que variam de 2 a 480 euros.

 

CARRO DOS NOIVOS

Alberto e Charlene percorrerão as ruas do Mónaco num Lexus híbrido

Alberto e Charlene percorrerão as ruas do Mónaco num Lexus híbrido - City Files / Getty Images/Reuters

 

Um Lexus LS 600h L levará Príncipe Albert e Charlene do palácio até a Igreja de Sainte Dévote, para que a princesa deposite seu buquê. O veículo foi escolhido devido à sua baixa emissão de poluentes, levando em consideração o envolvimento do príncipe com as causas ambientais.

O grupo BMW cederá uma frota de limousines da série 200 BMW 7 para o casamento real. Esses veículos de luxo serão usados com exclusividade para transportar os convidados ilustres durante as festividades.

 

VESTIDO DA NOIVA

Charlene não fez nenhum segredo quanto do nome do estilista que irá vesti-la no dia D. Será Giorgio Armani, um dos seus estilistas favoritos.

 

DAMINHAS E PAJENS

As daminhas e os pajens escolhidos para entrar na igreja no grande dia são de localidades vizinhas de Mônaco e não tem relações familiares com Albert e Charlene. Essa decisão mostra que os noivos querem fazer um casamento não só para as famílias reais, mas também para o povo de Mônaco.

 

BUFÊ

O responsável pelo menu especial do jantar será o chef francês Alain Duccase, naturalizado monegasco há mais de vinte anos. Ele, que terá a ajuda de 350 pessoas na cozinha, montará um banquete para cerca de 450 convidados. Os noivos pediram para o chef fazer um menu inspirado na cozinha mediterrânea, com produtos da região.

Alain Ducasse é um dos mais famosos chefs de cozinha do mundo e vai confecionar o requintado menu

Alain Ducasse é um dos mais famosos chefs de cozinha do mundo e vai confecionar o requintado menu

O chef já definiu que o bolo de casamento terá a flor nacional da África do Sul, país natal da noiva, e que também será servido um vinho do país na recepção.

Os dois dias de celebração serão acompanhados pelas mais excepcionais safras de champagne Perrier-Jouët, além de uma safra exclusiva para a ocasião.

 

LUA DE MEL

A África do Sul, terra natal da futura princesa, foi o destino escolhido pelos noivos para passarem os primeiros dias de casados. De acordo com a revista People, Alberto e Charlene elegeram o luxuoso hotel Oyster Box, situado na costa banhada pelo Oceano Índico para desfrutarem de uma romântica lua de mel.

O casal deverá ficar instalado na suite presidencial, que conta com dois andares, piscina privada e um terraço, com capacidade para receber dez convidados, que custa 5 mil euros por noite.

Veja mais fotos do hotel aqui.

Mesmo com algumas polêmicas, a grande diferença de idade dos noivos e uma longa demora do príncipe para escolher a sua eleita, os especialistas em monarquias europeias estão apostando no sucesso do casamento. Principalmente, porque Charlene se esforçou, estudou e trabalhou muito para assumir o lugar que um dia foi de Grace Kelly, a princesa mais popular do século XX, ao lado de Lady Di. Torcemos que sim!

{Imagens City Files / Getty Images / Reuters, via Caras Brasil e Caras Portugal}

 

Leia também:

Novo casamento real

Detalhes do casamento do Príncipe Albert